Quinta-Feira, 14 de Dezembro de 2017
Pesquisa no site:


Jean Piaget


Jean Piaget

Veja por que Piaget no Suporte Teórico

Jean Piaget nasceu em Neuchâtel (Suíça) em 09/08/1896 e morreu em Genebra em 16/09/1980. Ele foi o filho mais velho de Arthur Piaget, professor de literatura medieval na Universidade, e de Rebeca Jackson. Aos dez anos foi convidado para trabalhar no Museu de história Natural de sua cidade, onde etiquetava coleções de conchas. Aos 11 anos, ainda aluno da Escola de Primeiro Grau de Latim em Neuchâtel, escreveu uma pequena notícia sobre um pardal albino. Este pequeno "paper" é geralmente considerado o inicio de sua brilhante carreira científica de mais de sessenta livros e centenas de artigos.

Seu interesse por moluscos aparece durante sua adolescência e, aos quinze anos publicava artigos sobre moluscos, fósseis e zoologia. Tal era sua paixão por este estudo que decidiu que seria um Malacologista. Piaget publicou diversos artigos sobre este tema ao longo de sua vida. Através de seu padrinho, Samuel Cornut, tomou contato com a obra de Henri Bergson, particularmente "A Evolução Criadora", da qual recebeu profunda influência. A filosofia Bergsoniana permitiu-lhe imprimir nova direção em sua formação teórica, conciliando sua formação científica com suas disposições especulativas.

Entre 1913 e 1915, estudou os trabalhos de Max Wertheimer e Wolfgang Kohler, ambos da escola gestaltista de Berlim e escreve "Esboço de um neopragmatismo". Após se formar no colegial estudou ciências naturais na Universidade de Neuchâtel onde obteve o grau de PHD. Durante esse período publicou dois ensaios filosóficos que ele considerou "Trabalho de Adolescente" porém importante para a orientação geral do seu pensamento. Após um semestre passado na Universidade de Zurique, Piaget inicia seu interesse pela psicanálise trocando a Suíça pela França onde passou um ano trabalhando com a escola para meninos, da Rua "Grange-Aux-Belles", instituição criada por Alfred Binet e dirigida por De Simon que, juntos desenvolveram testes para medir a inteligência. Eles standartizaram o "Burt's test" que foi o primeiro estudo experimental do Desenvolvimento do Cérebro. Durante este período Piaget pesquisou o raciocínio verbal de crianças normais e deficientes.

Em 1921, ele se tornou Diretor de Pesquisa do Instituto Jean Jacques Rousseau em Genebra a pedido de Sir Eduard Claparéde e P. Bouvet, onde investigou a psicologia infantil e elaborou os planos das pesquisas sobre o pensamento de onde construiu sua epistemologia. Em 1923 casa-se com Valentine Châtenay com quem teve três filhos, Jacqueline, Lucienne e Laurent, cujo desenvolvimento, desde o nascimento, foi motivo de estudo de Piaget. Chega à idéia do construtivismo a partir de experimentos com crianças e adolescentes em laboratórios de psicologia e das observações em círculos familiares (registrava o que descobria sobre o aprendizado dos seus três filhos). Observando o comportamento dos bebês, conclui que as operações intelectuais são preparadas pela ação sensório motora, mesmo antes do aparecimento da linguagem. Para ele o bebê vive uma revolução tão notável do ponto de vista do conhecimento, quanto a revolução Copernicana para o desenvolvimento do pensamento humano. O bebê realiza ações isoladas, como chupar, ouvir, tocar em coisas por acaso, dentre outras. Tudo esta centrado no corpo da criança. Depois, ela passa a coordenar suas ações e constrói esquemas que podem ser generalizados de uma situação a outra. Percebe que os objetos tem existência própria e que seu corpo não é mais o centro de tudo. Essas mudanças, diz Piaget, "Ocorrem antes que surja qualquer linguagem, o que demonstra até que ponto o conhecimento está ligado às ações e não só às verbalizações".

Sucessiva e simultaneamente Piaget ocupou diversas cadeiras em Psicologia, Sociologia e História da Ciência em Neuchâtel de 1925 a 1929, História do Pensamento Científico em Genebra de 1929 a 1939, Departamento Internacional de Educação de 1929 a 1967, Psicologia e Sociologia em Lausanne de 1938 a 1951, Sociologia em Genebra de 1939 a 1952, Genética e Psicologia Experimental de 1940 a 1971. Esteve também ligado à Sorbonne de 1952 a 1963. Em 1955, com o auxílio da Fundação Rockfeller, ele criou o Centro Internacional de Epistemologia Genética, em Genebra, Suíça, que dirigiu até sua morte. Seu trabalho com epistemologia genética e psicologia tinha um único objetivo: como medir o desenvolvimento da Inteligência.

Ele escreveu que o desenvolvimento da inteligência se faz de forma gradual e, que as estruturas do pensamento devem estar preparadas para a assimilação do conhecimento (Gênese das Estruturas) além de sempre dizer que "A criança não é um adulto em miniatura". O pensamento dos adultos é completamente diferente do pensamento das crianças pois as estruturas do pensamento dos adultos já está consolidada (Desenvolvida em toda sua potencialidade ou não), enquanto a criança está "Aberta a todos os possíveis".

Seu trabalho inspirou diversos campos do conhecimento: Psicologia, Sociologia, Educação, Epistemologia, Economia e direito também consta do catálogo anual dos "arquivos de Jean Piaget". Ele ganhou numerosos prêmios e graduações honoráveis em todo o mundo (inclusive o título de doutor "honoris causa" pela Universidade do Rio de Janeiro -UFRJ em 1949).


Para saber mais visite os arquivos na Suiça:
www.unige.ch/piaget/

Sociedade Jean Piaget, nos Estados Unidos:
www.piaget.org/aboutPiaget.html

E a Fundação:
www.fondationjeanpiaget.ch

Copyright 2011 - Col�gio Oliveira Lima - Todos os Direitos Reservados
REFFER