Ter�a-Feira, 27 de Julho de 2021
Pesquisa no site:

Artigos




Passeata dos Cem Mil – 40 anos

Lauro Oliveira Lima (28/06/2008)

26 de junho de 2008 marcam os 40 anos da manifestação popular mais importante da resistência contra a ditadura: A passeata dos cem mil no Rio de Janeiro. Depois da morte do estudante Edson Luís Lima Couto o movimento estudantil, ao invés de recuar, avançou cada vez mais e o mês de junho foi marcado por várias manifestações. No dia 18 de junho, durante uma passeata, foi preso o líder estudantil Jean Marc van der Weid. No dia 19 de junho durante uma assembléia para organizar outros movimentos a polícia chegou e prendeu 300 estudantes. No dia 21 de junho, que ficou conhecido como "Sexta Feira Sangrenta" uma passeata que acabou em frente à embaixada americana foi recebida com violência pela polícia, resultado: 28 mortos, centenas de feridos, mil presos e 15 viaturas da polícia incendiadas. Pensavam os militares, que o resultado pararia com os movimentos estudantis, que os jovens ficariam com medo. Ledo engano, diante do horror daquele dia, uma quantidade enorme de pessoas aderiram à passeata marcada para o dia 26 de junho de 1968. Desde cedo começaram a chegar estudantes, artistas, intelectuais e religiosos. Por volta de 15h eram 100 mil pessoas no centro do Rio de Janeiro. Era como se todo mundo estivesse lá. Não dava para reprimir, a passeata chegou em frente à assembléia Legislativa por volta das 18h sem conflitos dessa vez.

O evento fez com que o Presidente Costa e Silva marcasse reunião com os líderes da sociedade civil. Todas as reivindicações, feitas nesta reunião, não foram aceitas. O Resultado foi uma manifestação com 50 mil pessoas fortemente reprimida. Seguiu-se uma seqüência de atos de violência contra os direitos dos cidadãos, culminando com o AI-5 (Ato Institucional nº 5) de 13/12/68 que legalizou a repressão.

Lauro Henrique Santos de Oliveira Lima

Presidente da ACEPEME –www.acepeme.org.br

Conselheiro – CME Fortaleza

2o Secretário SINEPE-CE

Passeata dos cem mil (1968) – EU ESTAVA LÁ




Comentários


Nenhum comentário

Inserir comentário

Copyright 2011 - Col�gio Oliveira Lima - Todos os Direitos Reservados
REFFER